Dicas do Procon para evitar problemas com o Cartão de Crédito

Assim como é grande a utilidade dos cartões de crédito, também são grandes os problemas com as operadoras deste maravilhoso meio de pagamento e seus consumidores. No Procon um dos maiores índices de reclamações são contra as Administradora de cartão de crédito. Entre as reclamações consta principalmente a falta de informação sobre taxas, cobranças indevidas e dificuldade de negociar dívidas. Diante desses problemas, o Procon estabeleceu uma série de orientações, para facilitar as relações entre clientes e operadoras.

Seja informado e observe os seguintes pontos:

  1. Na hora de assinar a proposta de adesão, é importante que o consumidor leia todas as cláusulas e verifique se o contrato se refere ao tipo de cartão escolhido. O contrato deve informar sobre a data de vencimento da fatura, valor da anuidade e índice de reajuste. Atenção: só assine o termo se estiver de acordo com todos os itens do contrato!
  2. Alguns cartões, principalmente os de supermercado, cobram juros a partir da data da compra. Fique atento a esse tipo de informação.
  3. Cartões adicionais são de inteira responsabilidade do titular e podem ser cobradas taxas de anuidade.
  4. Para aproveitar melhor os prazos para a quitação da fatura, confira qual o melhor dia para realizar compras com o seu cartão de crédito.
  5. Alguns estabelecimentos costumam criar preços diferenciados para pagamento à vista e com o cartão. Saiba que esse tipo de prática é proibido. Por isso, caso o comerciantes insista no valor diferenciado, se recuse a comprar e denuncie o estabelecimento.
  6. Com os cartões de crédito, o consumidor pode optar por compras à vista e parceladas com ou sem juros. Ao optar por uma dessas forma de pagamento, o ideal é que se avalie as vantagens e desvantagens de cada uma delas e se calcule as cobranças de juros nas compras parceladas.
  7. De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, artigo 39, parágrafo III, os bancos e administradoras de cartão de crédito estão proibidos de enviar cartões sem solicitação prévia do consumidor. Por se tratar de uma prática abusiva, o consumidor fica desobrigado de pagar anuidade ou qualquer outra cobrança. Mesmo que utilizar o cartão, é direito do consumidor a anuidade gratuita.
  8. Em caso de perda, furto ou extravio do cartão, a administradora deve ser informada o mais rápido possível. Caso existam valores lançados na fatura que não sejam reconhecidos pelo consumidor, a administradora deverá ser comunicada para que resolva a cobrança indevida.

Encontre o Procon mais próximo de você no site do Portal do Consumidor.

Veja também::

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *